Take the Wind no Web Summit: Um simulador 3D a transformar a forma como os médicos aprendem

Domingo, 4 de novembro de 2018 —  

Caro jornalista,

Enterprise Europe Network ajuda as pequenas e médias empresas (PMEs) a tirarem o máximo partido das oportunidades de negócios na UE e além-fronteiras.

No Web Summit deste ano, que se realizará entre 7 e 10 de novembro, em Lisboa, a Network será apresentada em conjunto com algumas das PME mais inovadoras que receberam suporte, em toda a Europa. A empresa portuguesa «Take the Wind» é uma das referidas PME e irá apresentar a sua tecnologia inovadora na cimeira.

Pode utilizar o caso de sucesso da Take the Wind para a sua cobertura de forma gratuita e isenta de direitos de autor (total ou parcialmente). De igual modo, podem ser organizadas entrevistas com o empreendedor a seu pedido (contacte: malgorzata.miazek@mostra.com).  

*******

Take the Wind: Um simulador 3D a transformar a forma como os médicos aprendem

Os primeiros 15 minutos de uma consulta são essenciais para identificar o problema de um paciente. Para assegurar um diagnóstico correto, a Take the Wind oferece serviços de aprendizagem eletrónica envolventes que colocam os médicos, os enfermeiros e os estudantes em simulações médicas em tempo real.

A Take the Wind, uma start-up Portuguesa, criou o «Body Interact». Trata-se de um ambiente de formação médica digital 3D que permite aos médicos, enfermeiros e estudantes reforçarem as suas competências ao nível do diagnóstico ao tratar pacientes virtuais.

O «Body Interact». monitoriza o desempenho dos profissionais médicos e fornece comentários para os ajudar a manterem-se atualizados relativamente aos tratamentos mais recentes.

Tal como os pilotos em formação recebem certificados quando alcançam um determinado nível de «horas de qualidade», também os usuários do«Body Interact»  receberão certificados o que significa que são competentes em determinados cenários médicos.

A Take the Wind está a ajudar a desenvolver a educação sanitária em universidades, hospitais, empresas farmacêuticas e organizações de cuidados de saúde, incluindo a Associação Americana do Coração, a Associação Americana do AVC e a Sociedade Europeia de Cardiologia.

Atualmente, o software está presente em 1500 hospitais, graças aos parceiros comerciais na Alemanha, Arábia Saudita, Áustria, Brasil, China, Emirados, Espanha, Estados Unidos da América, Japão, México, Portugal, Rússia, Suíça e Tailândia.

A Take the Wind também oferece soluções médicas digitais para a gravidez, diabetes e gestão cardiovascular e, num futuro próximo, espera expandir os seus serviços para o setor pediátrico.

Em 2016, a empresa recebeu um financiamento da PME Instrument of Horizon 2020, depois de a Câmara de Comércio e Indústria da região centro de Portugal, um parceiro da Enterprise Europe Network, a ter ajudado a criar uma aplicação de êxito. Agora, estão equipados com as competências necessárias para expandirem os respetivos serviços de cuidados de saúde digitais.

«Ao capacitarmos as pessoas, podemos salvar vidas»,

afirmou Pedro Pinto. CEO e cofundador.

 

Body Interact - Promotional Spot (2015)

ⓒ Take The Wind, 2016
ⓒ Take The Wind, 2016
ⓒ Take The Wind, 2016
ⓒ Take The Wind, 2016
ⓒ Take The Wind, 2016
Malgorzata Miazek Media Relations Officer